SP: em um dia, mais de 70 mil são vacinados contra febre amarela

Até o momento, foram aplicadas 371.130 doses da vacina

Até o momento, foram aplicadas 371.130 doses da vacina
Rafael Abreu/Estadão Conteúdo

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo divulgou que foram vacinadas, apenas neste domingo (29), 71.072 pessoas contra a febre amarela.

A prioridade desta primeira etapa da campanha é imunizar as pessoas que residam em até 500 metros no entorno do Parque do Horto. O raio de abrangência será estendido para 1.000 metros do parque na segunda fase e para toda a zona norte na terceira etapa.

Desde o início da campanha, foram aplicadas 371.130 doses da vacina, nas 37 Unidades Básicas de Saúde e 12 postos volantes que participam da ação.

Na capital paulista, foram encontrados 19 macacos mortos. Os testes comprovaram que três animais morreram por febre amarela silvestre.

Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, os macacos mortos na capital foram levados para análise desde o dia 9, data de confirmação da morte do primeiro primata no Horto. Em todo o Estado, 258 primatas morreram infectados pelo vírus desde o início do ano.

No total, 15 parques da zona norte de São Paulo estão fechados como medida preventiva contra a doença. Na lista, estão o Horto, o Parque da Cantareira, o São Domingos e o Lions Tucuruvi. 

A Prefeitura está em alerta com relação a caça de macacos na capital e já se articula para evitar mortes dos primatas, como aconteceu no Rio de Janeiro e em Minas Gerais entre o fim do ano passado e o início de 2017 quando houve o surto da doença. Nas redes sociais, campanhas com as hashtags #OMacacoNãoÉoVilão e #FreeMacaco tentam sensibilizar moradores.

 

Powered by WPeMatico

Leia Mais

AVC: 90% dos casos decorrem de fatores que podem ser prevenidos

Doença é a primeira causa de incapacidade no Brasil

Doença é a primeira causa de incapacidade no Brasil
Thinkstock

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) é a segunda causa de morte e a primeira de incapacidade no Brasil. Apenas em 2015, 100.520 pessoas morreram em decorrência da doença. Do total, 4.592 mortes foram de pessoas com menos de 45 anos, de acordo com os últimos dados catalogados pelo Ministério da Saúde, que registrou no mesmo ano 212.047 internações relacionadas ao AVC, que pode ser provocado por obstrução de artéria ou mesmo rompimento de vasos sanguíneos.

O total de casos e os problemas gerados por eles podem ser menores se forem adotadas medidas preventivas. “Trata-se de uma doença grave, autoimune e incapacitante, mas que tem uma grande capacidade de prevenção”, afirma o diretor científico da ABN (Academia Brasileira de Neurologia), Rubens Gagliardi.

Segundo a ABN, 90% dos AVCs estão ligados a fatores que podem ser modificados, por isso, a organização e outras parcerias, como a Rede Brasil AVC, aproveitam o Dia Nacional de Combate ao AVC, celebrado neste domingo (29), para chamar atenção da sociedade com a campanha “Qual o seu motivo para prevenir um AVC?”.

Doença pode ser evitada

Por meio de vídeos, panfletos e diversas atividades que ocorreram ao longo desta semana, as organizações apontam que é possível prevenir o AVC por meio das seguintes ações: controlar a pressão alta; fazer exercícios físicos moderados cinco vezes na semana; ter uma dieta saudável e balanceada com mais frutas e verduras e menos sal; reduzir o colesterol; manter peso adequado; não fumar e evitar exposição passiva ao tabaco; reduzir a ingestão de álcool; identificar e tratar a fibrilação atrial; evitar diabetes, adotando acompanhamento médico; e conhecendo mais sobre o AVC.

A programação de atividades terá continuidade hoje, em diversas cidades brasileiras.

“Essa campanha faz parte de uma iniciativa mundial que tem sido realizada desde que a Associação Mundial do AVC determinou o 29 de outubro como o Dia Mundial de Combate ao AVC. Em várias cidades do país, fazemos a campanha para a população. Os médicos saem às ruas e informam sobre o que é a doença, como se caracteriza o AVC, os principais sintomas, o que fazer em caso de ocorrência”, explica Gagliardi, que avalia que é perceptível a melhora no conhecimento da população sobre o problema e, com isso, a diminuição das ocorrências.

“Riscômetro de AVC”

Para contribuir com a efetivação de medidas protetivas, a ABN sugere que profissionais de saúde tenham mais atenção e ofereçam tratamento preventivo aos pacientes com história prévia de doenças cardiovasculares. Isto porque um terço dos AVCs ocorre em pacientes com AVC ou AIT (Acidente Isquêmico Transitório) prévios. Medidas para controlar a pressão arterial e a fibrilação atrial são algumas das que podem dificultar a ocorrência do problema.

A população em geral também pode fazer a sua parte. Além de adotar as medidas sugeridas, é possível conhecer o risco de sofrer um AVC, o que pode ser feito em diálogo com médicos e também usando a tecnologia, como o aplicativo gratuito “Riscômetro de AVC”, que ensina a reconhecer os sinais de AVC e os hospitais que são Centros de AVC em todas as regiões, além de oferecer mais dicas de prevenção.

O Ministério da Saúde espera reduzir em 15% os óbitos por AVC e 10% por infarto como resultado das ações do Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, que tem a meta de tirar 28.562 toneladas de sódio dos alimentos processados até 2020.

Até o momento, segundo o ministério, mais de 7 mil toneladas de alimentos já foram retiradas das gôndolas dos supermercados. Além disso, para reduzir o número de internações e óbitos no país por doenças crônicas, foi lançado o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das  DCNT (Doenças Crônicas Não Transmissíveis), que tem a expansão da atenção básica como uma das principais ações de enfrentamento.

Para concretizar a expansão, o Ministério da Saúde anunciou investimentos de R$ 1,7 bilhão para custear novos serviços oferecidos na atenção básica.

AVC cresce entre quem tem menos de 45 anos

Rubens Gagliardi detalha que o AVC já chegou a ser a principal causa de morte no Brasil. Agora, apesar da diminuição dos casos, o que tem chamado a atenção é o crescimento da ocorrência entre pessoas mais jovens, com menos de 45 anos.

Questionado quanto a uma possível tendência, ele ponderou: “É uma evidência. O estilo de vida das pessoas tem mudado. Hoje, o jovem fica mais exposto ao estresse, há muito uso de drogas ilícitas entre os jovens, encontramos muitos deles obesos. Esses fatores todos podem favorecer o AVC”, indica.

No caso dos mais jovens, o AVC também pode estar relacionado à ocorrência de lesão na parede do vaso que leva sangue para o cérebro, por exemplo, em caso de acidente de carro. No caso de crianças, os fatores mais comuns são as doenças genéticas, segundo o Ministério da Saúde.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

'Venci um câncer no ovário e tive filha depois dos 40'

Dois anos depois de ter câncer, Alison Farmer ficou grávida de Phoebe

Dois anos depois de ter câncer, Alison Farmer ficou grávida de Phoebe
BBC BRASIL

Quando Alison Farmer foi diagnosticada com câncer de ovário, aos 40 anos, sua primeira preocupação não foi com sua vida. “Eu nem pensei que poderia morrer. O que mais me preocupava era a possibilidade de não poder mais ter um filho”, diz ela.

“Pode parecer estranho, mas era mais importante do que minha vida”, afirma.

Quando descobriu a doença, o único sintoma que a britânica apresentava era um pouco de sangramento no meio do ciclo menstrual.

“Meu clínico geral disse que toda mulher tem um pouco. Mas não era normal para mim — e eu acho que é realmente importante que qualquer sintoma ginecológico seja investigado se não é normal para você”, conta.

Ela então foi encaminhada para um ginecologista e fez uma histeroscopia e um ultrassom — que encontrou um pequeno tumor em estágio inicial de crescimento.

Alison, que é enfermeira, diz que só foi capaz de pressionar os médicos para que eles pedissem exames porque é “enfermeira e muito segura”. Mas ela afirma que todas as mulheres devem insistir em ter sintomas incomuns investigados.

“Se não é normal para você, seja insistente”, diz ela.

Dependendo do tipo e do estágio do câncer de ovário, as mulheres podem ser aconselhadas pelos médicos a retirar o útero, o colo do útero, os ovários, as tubas uterinas e o omento (uma película que protege os órgãos abdominais).

Sonho realizado

Mas Alison queria manter o útero pois sonhava em engravidar. Sua sorte foi que sua doença foi diagnosticada em um estágio inicial — o que facilitou o combate ao câncer e permitiu sua total recuperação.

Mesmo assim, ela teve que fazer uma cirurgia e retirar os ovários, as tubas uterinas e o omento.

“Meu cirurgião — que era oncologista ginecológico — foi maravilhoso. Ele disse: ‘Eu sei que você ainda tem a esperança de ter um filho. Embora normalmente eu não recomende isso, vou te oferecer essa opção’. Alguns cirurgiões teriam dito: ‘Vamos tirar tudo'”, conta Alison.

Dois anos depois, com ajuda médica, ela engravidou de sua filha Phoebe, que hoje tem 13 anos.

“Eu fiquei completamente maravilhada”, diz Alison.

Annwen Jones, diretora da ONG britânica Target Ovarian Cancer — que visa combater a doença — diz que dois terços das mulheres são diagnosticadas em um estágio avançado, depois que o câncer já se espalhou. Isso dificulta o tratamento.

“Precisamos que mais mulheres estejam cientes dos sintomas do câncer de ovário para que elas sejam diagnosticadas antes. Também precisamos de mais investimento em pesquisa desse tipo específico de câncer”, diz ela. A entidade está fazendo campanha para aumentar a pesquisa.

“Isso vai transformar as vidas de milhares de mulheres que lutam conta a doença”, diz Jones.

Se tiver esses sintomas, procure um médico

Inchaço persistente

Perda de apetite — ou sentir-se cheia com pouca comida

Dor pélvica ou abdominal

Vontade de ir ao banheiro com mais frequência

Outros sinais podem incluir:

Diarreia ou intestino preso

Sentir mais cansada que o habitual

Perda de peso sem causa aparente

Esses sintomas precisam ser checados principalmente se:

Acontecem mais do que 12 vezes em um mês

Duram por muito tempo

Não são normais para você

E qualquer tipo de sangramento após a menopausa deve ser investigado pelo seu ginecologista

Fonte:Target Ovarian Cancer

Powered by WPeMatico

Leia Mais

6 maneiras de treinar seu cérebro a lidar com a ansiedade, mal que afeta 13 milhões de brasileiros

'Há pessoas que se preocupam com cada ponto de suas vidas e não conseguem se livrar disso', explica especialista

‘Há pessoas que se preocupam com cada ponto de suas vidas e não conseguem se livrar disso’, explica especialista
Getty Images

Sofrer com a ansiedade é mais comum do que muitos imaginam: somente no Brasil, cerca de 13,3 milhões de pessoas têm distúrbios de ansiedade, doença que atrapalha relacionamentos, desempenho profissional e o bem-estar físico e emocional do indivíduo.

No ano passado, 6,4% da população brasileira sofria com transtornos do tipo, bem mais que a média global, de 3,9%, de acordo com estimativas da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Mas o que é um transtorno de ansiedade e como diferenciá-lo da ansiedade natural? De acordo com Olivia Remes, doutoranda e pesquisadora do Departamento de Saúde Pública e Cuidados Primários da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, transtornos de ansiedade generalizada são caracterizados por sensações frequentes de medo, inquietação, e de “sentir-se no limite”.

“Quando uma pessoa tem um prazo apertado ou uma emergência no trabalho, ela se sente ansiosa e isso é normal. Mas há pessoas que se preocupam com cada ponto de suas vidas e não conseguem se livrar disso”, explica.

— Pessoas com esse transtorno se preocupam muito mais frequentemente e com mais intensidade que aquelas com uma boa saúde mental.

Apesar dos distúrbios de ansiedade serem um problema sério, que muitas vezes demanda acompanhamento com especialistas, é possível desenvolver habilidades para lidar com o transtorno.

Abaixo, Remes compartilha diferentes estratégias para enfrentar o problema, com base em um estudo recente que liderou.

1 – Monitore os seus pensamentos

Quem sofre com transtornos de ansiedade geralmente se vê tomado por pensamentos negativos que invadem a mente sem aviso. “Pessoas com transtornos de ansiedade são pessimistas. Elas acreditam que algo ruim está prestes a acontecer, mesmo que não haja nenhuma evidência que aponte para isso. Elas temem o futuro e acham muito difícil evitar esse tipo de preocupação”, descreve a pesquisadora.

Quem sofre com transtornos de ansiedade geralmente se vê tomado por pensamentos negativos que invadem a mente

Quem sofre com transtornos de ansiedade geralmente se vê tomado por pensamentos negativos que invadem a mente
Getty Images

Para contornar tal situação corriqueira aos ansiosos, Remes sugere não lutar contra os pensamentos negativos, mas escolher uma hora do dia como o “momento da preocupação” e se permitir um período limitado de tempo para ruminar. Como exemplo, Remes recomenda designar o horário das 16h para as preocupações e dar a si mesmo 20 minutos para preocupar-se.

“A literatura psicológica mostra que nossos pensamentos murcham se não os alimentamos com energia. Ao empurrar esses pensamentos para um outro momento do dia, quando você chegar no momento designado para a preocupação, eles talvez não pareçam tão confusos ou preocupantes como pareciam quando brotaram em sua mente pela primeira vez”, explica Remes.

2. Faça atividades físicas e pratique meditação

A famosa citação latina “uma mente sã num corpo são” não é gratuita. Saúde mental e física são codependentes, afirma Remes, e a prática de exercícios físicos é um aliado essencial para o bem-estar psíquico. Em conjunto com exercícios regulares, a meditação consciente também pode ajudar mentes ansiosas.

Um estudo da Universidade de Nova Jersey, publicado recentemente na revista Nature, mostrou que apenas duas sessões semanais de meditação e atividades físicas, de 30 minutos cada, reduziram drasticamente sintomas depressivos nos 52 participantes da pesquisa. Os pesquisadores concluíram que, ao cabo de oito semanas, além de auxiliar aqueles com depressão, a prática também poderia ser útil para aqueles que tendem a ruminar pensamentos, algo comum entre os ansiosos.

“Eu realmente fiquei muito surpresa com esse estudo, com o quanto essas mudanças de hábito podem ter um impacto tão grande”, afirma Remes. “Quando você se exercita, você diminui seus níveis de ansiedade e você tem mais energia. Você simplesmente se sente melhor como um todo”, aponta.

3. Encontre um propósito – nem que seja cuidar de seu animal de estimação

Em 1946, o médico austríaco Viktor Frankl publicou o livro Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração, no qual narrou suas experiências como prisioneiro em Auschwitz. Frankl também analisa a resposta psicológica de diferentes prisioneiros expostos ao campo de concentração nazista e argumenta que encontrar sentido no cotidiano é uma forma de lidar com a adversidade.

Estudo de Remes notou que pessoas com senso de coesão, de propósito e que enxergavam sentido em suas vidas, tinham menos distúrbios de ansiedade

Estudo de Remes notou que pessoas com senso de coesão, de propósito e que enxergavam sentido em suas vidas, tinham menos distúrbios de ansiedade
BBC BRASIL

De acordo com Remes, pessoas com distúrbios de ansiedade muitas vezes não conseguem identificar um propósito claro em suas vidas e nem sempre acreditam que vale a pena investir esforços para endereçar os desafios que encontram. Em seu estudo recente sobre níveis de ansiedade em mulheres que vivem em situações de privação econômica, Remes encontrou que aquelas que tinham senso de coesão, de propósito e que enxergavam sentido em suas vidas, tinham menos distúrbios de ansiedade, mesmo vivendo situações difíceis.

Para a pesquisadora, as lições de Frankl, mesmo extraídas de uma experiência dramática, são um mecanismo útil para aqueles que sofrem com ansiedade. “Nos relatos de Frankl, um traço de personalidade que diferenciava os prisioneiros eram aqueles que conseguiam manter um propósito mesmo naquela situação. Para um era saber que sua filha o aguardava, então ele precisava sobreviver para ela e isso lhe deu esperança. Para outra, era saber que ela tinha um trabalho importante para finalizar”, afirma.

No cotidiano, ter a sensação de que você é necessário para a vida de outra pessoa ou para uma atividade específica auxilia na construção de propósito. Tal senso de conexão pode ser traduzido em atividades de voluntariado, em cuidados com um familiar enfermo, na educação de uma criança ou mesmo nos cuidados com um animal de estimação, aponta Remes.

“Quando você coloca seu foco em algo além de você, esse ato te ajuda a dar um tempo de si mesmo”, explica.

— Ter outras pessoas em mente é muito importante, porque torna um pouco menos penoso passar pelos momentos mais difíceis.

4. Veja o lado bom da vida (por mais que isso seja desafiador)

Por mais clichê que possa soar, adotar uma atitude positiva perante à vida, com foco nos aspectos bons ao invés dos ruins, é essencial para lidar com a ansiedade. Para domar a mente e espantar os pensamentos negativos, Remes recomenda olhar para elementos que te dão prazer, ao invés daqueles que te irritam ou que te deprimem.

Embora controlar quais pensamentos te veem à mente seja impossível, é possível dialogar com eles uma vez que se fazem presente. Se, ao chegar em um ambiente, algo negativo te chamar a atenção, busque encontrar algo que seja positivo. Se no caminho para o trabalho o trânsito estiver estressante, busque ouvir uma música que te conforte – ou mesmo mude a maneira de se deslocar ao trabalho. Essa atitude positiva perante os pequenos momentos da vida tendem a reverberar também no bem estar emocional do indivíduo, aponta Remes.

Se, ao chegar em um ambiente, algo negativo te chamar a atenção, busque encontrar algo que seja positivo

Se, ao chegar em um ambiente, algo negativo te chamar a atenção, busque encontrar algo que seja positivo
Getty Images

Nas situações em que pensamentos negativos intensos invadem a mente, focar em outras atividades do corpo, como a respiração, também é uma forma de amenizar seus efeitos. “Reconheça que esses pensamentos catastróficos que vêm à mente, que te fazem se sentir péssimo, são apenas eventos mentais que irão passar”, diz Remes.

5. Viva no presente

A prática de ruminar pensamentos e ser constantemente tragado por memórias do passado tende a alimentar a ansiedade. Preocupar-se com o que pode ocorrer no futuro também pode deixar o indivíduo mais ansioso. Embora muitas vezes esses pensamentos sejam difíceis de controlar, Remes aponta que é importante manter um foco constante no que você está fazendo agora.

“Estudos mostram que, quando nós vivemos no passado, revivendo memórias antigas, essa atitude nos deixa depressivos e menos felizes. Na verdade, ficamos mais felizes quando vivemos no momento presente. Se você está trabalhando, simplesmente foque naquilo que você está fazendo. Simplesmente viva no presente”, diz.

6. Busque terapia

Nem sempre é possível lidar sozinho com distúrbios de ansiedade, e a terapia é uma grande aliada para melhorar a saúde mental. Em casos assim, uma possibilidade é a terapia cognitivo-comportamental, cujo princípio básico é buscar uma postura construtiva do paciente.

Nesse sistema de psicoterapia, a hipótese central aponta que a forma como entendemos eventos internos e externos — e não o evento em si — é que determina nossas respostas emocionais e comportamentais.

De acordo com Remes, a solução é preferencial ao consumo de medicamentos, quando for possível optar. “Em muitos casos, medicamentos não funcionam, ou funcionam apenas no curto prazo e os problemas retornam depois de um tempo”, aponta. Para a pesquisadora, trabalhar para desenvolver habilidades de enfrentamento à ansiedade e buscar terapia são as melhores formas de lidar com o transtorno.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

5 tipos de cobertura de seguro automóvel explicados

Quando você começa a considerar os vários tipos de cobertura de seguro automóvel disponível.

Como você sabe quais tipos você precisa? É brazil pelo seu estado? Existem maneiras de economizar dinheiro e ainda tem a quantidade certa de cobertura? Abaixo, detalhamos 5 tipos de coberturas e fornecemos alguns cenários em que você se beneficiaria de ter uma cobertura não necessária adicionada à sua política, juntamente com algumas dicas para economizar dinheiro, dependendo do seu veículo e orçamento.

1. Seguro de responsabilidade civil

O seguro de responsabilidade civil cobre-o no caso de você estar em um acidente de carro coberto e é determinado que o acidente é o resultado de suas ações. O seguro de responsabilidade civil irá cobrir o custo de reparar qualquer propriedade danificada por um acidente, bem como as contas médicas resultantes de feridos. A maioria dos estados tem um requisito mínimo para o montante da cobertura do seguro de responsabilidade civil que os motoristas devem ter. Se você pode pagar, no entanto, geralmente é uma boa idéia ter um seguro de responsabilidade civil acima do requisito mínimo de cobertura de responsabilidade de seu estado, pois proporcionará proteção adicional no caso de você ter sido culpado por um acidente, pois você é responsável para quaisquer reivindicações que excedam o limite superior da sua cobertura. Você não gostaria de correr o risco de ter que pagar uma grande quantidade de dinheiro porque o limite da sua política foi excedido.

2. Cobertura de colisão

Se houver um acidente coberto, a cobertura de colisão pagará as reparações ao seu carro. Se o seu carro for totalizado (onde o custo para repará-lo excede o valor do veículo) em um acidente, a cobertura de colisão pagará o valor do seu carro. .download (1)

Se o seu carro é mais antigo, pode não valer a pena cobrir colisões, dependendo do valor. Por outro lado, se você tiver um carro mais caro ou relativamente novo, o seguro de colisão pode ajudá-lo a retornar para onde você estava antes de qualquer dano ao seu carro. Nota: Se você tem um detentor de garantia, esta cobertura é necessária.

3. Cobertura abrangente

E se algo acontecer com seu carro que não esteja relacionado a um acidente coberto – danos causados pelo clima, você atingiu um cervo, seu carro é roubado – sua companhia de seguros irá cobrir a perda? O seguro de responsabilidade civil ea cobertura de colisão cobrem acidentes, mas não essas situações. Essas situações são cobertas pela cobertura abrangente (diferente da colisão).

Cobertura abrangente é uma daquelas coisas que é ótimo ter se corresponder ao seu orçamento. Os dispositivos anti-roubo e de rastreamento nos carros podem tornar esta cobertura um pouco mais acessível, mas transportar este tipo de seguro pode ser dispendioso e pode não ser necessário, especialmente se seu carro for facilmente substituível. Nota: Se você tem um detentor de garantia, esta cobertura é necessária.

4. Proteção de ferimento pessoal

Embora a cobertura abrangente possa ser algo que você não precisa comprar, a Proteção de ferimento pessoal (PIP) é algo que você deveria. Os custos associados a um acidente podem se somar rapidamente e, para cobrir esses custos, a proteção de ferimento pessoal está disponível. Com esta cobertura, suas contas médicas junto com as de seus passageiros serão pagas, não importa quem tenha culpa por um acidente. Nota: Esta cobertura não está disponível em todos os estados.

5. Proteção contra motoristas sem seguro / sem seguro

Enquanto as leis estaduais exigem que todos os motoristas estejam seguros, infelizmente nem sempre é o caso. Outra questão que pode surgir é que, enquanto um motorista pode ter seguro de responsabilidade civil, muitos estados têm requisitos de cobertura mínima relativamente baixos que podem não ser suficientes para cobrir todas as despesas de um acidente. Assim, se alguém é legalmente responsável por danos relacionados a um acidente, você não receberá nenhum pagamento se não tiver cobertura ou você receberá menos do que você precisa para cobrir o custo de danos se seus danos excederem o valor da cobertura. Este é o tipo de situação em que a Proteção de Motorista sem seguro e sem seguro ajudaria com as despesas.

Dica de economia: geralmente é relativamente barato adicionar proteção de motorista sem seguro / seguro para sua apólice de seguro de carro, especialmente considerando a quantidade de proteção que oferece.

Esta informação neste boletim é apenas um resumo. Não inclui todos os termos e condições e exclusões dos serviços descritos. Consulte a política atual para detalhes completos de cobertura e exclusões. A cobertura pode não estar disponível em todas as jurisdições e está sujeita a revisão e aprovação de subscrição.

Leia Mais

A história da baga de Açaí

 Acai no Café da manhã Saudável e Delicioso

A baga acai existe há milhares de anos e não até a década de 1990 foi introduzida no mundo ocidental. Verificou-se que o Açaí possui propriedades de saúde tremendas. O Açaí foi usado pela primeira vez pelas tribos da selva amazônica como uma cura para várias doenças. Estima-se que as pessoas das tribos indígenas usem rotineiramente até 2.000 dos 3.000 frutos da floresta conhecida para fins medicinais.
A Amazônia faz fronteira com oito países diferentes e possui a maior bacia hidrográfica do mundo. Não só a Amazônia fornece um quinto do mundo de água doce, tem a maior diversidade de aves e peixes de água doce. A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo onde um terço de todas as espécies de animais e plantas vivem. A Açaí é apenas uma dessas frutas que foi descoberta nesta vasta região. As tribos Shuar são uma dessas tribos amazônicas que durante séculos, através da tradição, manteve o uso de plantas (açaí) para fins medicinais.
Shuar medicina homens ou mulheres são chamados uwishin (oo-wee-sheen ‘) um curandeiro que trabalha com plantas medicinais, alguém que conhece todos os segredos das florestas tropicais. Uwishin, têm um grande conhecimento de plantas medicinais e suas curas, aprendem com os outros, e através de experiências das próprias plantas. Uma planta remove o veneno das cobras do corpo. É o trabalho do russo pesquisar e encontrar soluções para a doença.
A aca foi descoberta com propriedades antioxidantes naturais, além de ser um controlador de colesterol natural. Quando comido ajuda a reduzir o colesterol ruim em nosso sangue e aumenta o colesterol bom. As tribos da Amazônia conheciam essas propriedades e descobriram que ajudava a construir o sistema imunológico, a combater a infecção, a proteger o coração e a controlar a ampliação da próstata (viagra da natureza). Foi um alimento de grande energia para as tribos-pessoas Açaí, que é uma fruta de palma, foi tradicionalmente pulpada para fazer vinho rico em minerais. A açaí também foi descoberta para combater a esquistossomose, que é transmitida pelos caracóis. Esquistossomose que afeta mais de 10 milhões de brasileiros. A aca¨ª berry também é usada para produzir um antibiótico que ajuda a lutar contra ‘Staphylococcus aureus’, uma infecção comum contraída principalmente em hospitais. Uma baga tão útil, mas conhecida apenas pelas tribos tradicionais homens e mulheres da Amazônia, um segredo perdido.
A aca¨ª berry vem de uma palma que tem um tronco longo e fino de até 25 metros de altura com um grupo de ramos no topo do qual pendura folhas parecidas com fitas. Aca¨ª bagas penduram desses ramos em cachos que se parecem com grupos de bluebottles. Tradicionalmente, as bagas de açaí seriam escolhidas à mão e os homens da tribo iriam descer a árvore e cortar os galhos do topo da palmeira rica em bagas de Açaí. Agora que a baga do Açaí foi descoberta como uma grande variedade após a colheita pela população do Brasil, ela é produzida em massa, pois tem apenas uma vida útil de 24 horas em que as propriedades do suco ainda estão ativas. As bagas de açaí devem ser carregadas em cestas e em barcos logo após a colheita. Para chegar aos mercados de Belém, eles teriam que transportar as bagas de açaí durante a noite.
Cada palmeira de açaí produz cerca de 20 kg de fruta por ano e o vinho produzido por esta fruta tornou-se o produto mais importante em termos de finanças após produtos florestais da madeira. Belém no Brasil emprega mais de 30 mil pessoas diariamente para acompanhar sua enorme demanda.
Então, sabemos de onde vem, e a história recente? Depois de ser introduzido no mundo ocidental, foi percebido pela praia moderna que é o surfista brasileiro como forma natural de recuperar energia. O Açaí foi pulpeado e congelado para mantê-lo fresco e tornou-se um aditivo natural para os smoothies bebidos ao longo das praias do Brasil. Sabia-se que ajuda a sua próstata e foi visto como um viagra natural para os meninos da praia. Logo tornou-se uma bebida para a moda, para a brigada de areia e saçai em bhurf.
As pesquisas logo se apoderaram dessa mágica açaí e perceberam que seria de grande importância para o bem-estar e a saúde do mundo ocidental, nossas dietas são freqüentemente cheias de gordura e fast food, o acai é naturalmente cheio de energia, Tem um sabor vibrante de bagas com uma pitada de chocolate, é rico em proteínas, fibras, vitamina E, minerais e óleos Omega essenciais para reduzir o colesterol ruim causado por nossas dietas ocidentais. O índice de ácidos graxos de Açaí se assemelha ao do azeite, o que é considerado um fator contribuinte para a baixa incidência de doenças cardíacas nas populações do Mediterrâneo. O Açaí contém propriedades semelhantes ao vinho tinto no controle de gorduras no sangue e é um contribuinte justo para enfrentar as dietas do vinho do povo do Mediterrâneo.
Conhecido como a fruta milagrosa, as bagas de açaí também ajudam na prevenção do câncer devido às propriedades antioxidantes

Leia Mais

sobre as bagas de Açaí

Coisas Que Você Não Sabia Sobre Açaí

Cada vez mais, mais e mais pessoas estão começando a experimentar os benefícios para a saúde dos superalimentos, como bagas de  frutos do Açaí Um superalto pode ser definido como um alimento que oferece um valor nutricional superior para a quantidade de calorias que contém. As bagas de Açaí são consideradas uma das superfores superiores, geralmente devido às suas incríveis propriedades antioxidantes, e dizem ter muitos outros benefícios para a saúde.

Infelizmente, isso resultou em inúmeros fabricantes e distribuidores de suplementos fazendo afirmações ultrajantes sobre as maravilhas desta baga. Sempre que um produto se torna popular, como o Açaí tem, afirmações falsas parecem aparecer em todos os lugares. Mas antes de investigar estes, vamos descobrir mais sobre Acai.

Açaí é uma fruta de cor ropita escura que é similar em forma a uma uva. Essas bagas crescem em enormes aglomerados perto do topo das palmeiras, que crescem nas florestas tropicais da Amazônia. Cada açaí contém apenas 10% de fruta e polpa e uma grande semente, que não tem benefícios, de modo que colher esta fruta é trabalhosa, uma vez que a árvore não possui ramos e cada grupo de bagas precisa ser cortado e derrubado manualmente para preservar a Frutas e polpa.

Açaí evoluiu da obscuridade das florestas tropicais para as cidades do Brasil, onde foi misturado em batidos saudáveis. Surfistas e pessoas de esportes afirmaram que aumentou seus níveis de energia. Finalmente, os cientistas se aproximaram disso e descobriram que Acai realmente tinha algumas propriedades benéficas.

Os benefícios de Açaí

O sabor das bagas de Açaí, uma vez processadas e em pó, é muitas vezes descrito como um sabor frutado de vinho tinto com toques de chocolate. Dentro da polpa nutricional e da pele, as bagas de Açaí são embaladas com antioxidantes, aminoácidos, fibras, ácidos graxos essenciais, vitaminas e minerais, tornando-se um fruto energizante quase perfeito.

A popularidade do Resumidamente , acaibhos antioxidantes são moléculas que impedem a oxidação de outras moléculas. A oxidação produz radicais livres que podem danificar as células e glândulas dentro de nossos corpos, tornando-nos mais propensos a doenças e ao envelhecimento. Uma vez que nossos corpos estão expostos a uma variedade de toxinas e produzem trilhões de radicais livres, é importante tomar medidas para reduzir o efeito dos radicais livres no corpo. Ter uma dieta rica em antioxidantes é o primeiro passo e a introdução de Açaí em seu regime é outra maneira possível de prevenir danos aos radicais livres.

Açaí foi reconhecido como um dos alimentos mais altos do mundo quão bem os antioxidantes podem neutralizar os radicais livres. Quanto maior o valor, melhor o corpo o utiliza para combater os radicais livres. Açaí tem mais do dobro dos antioxidantes dos mirtilos e quase dez vezes maior que o das uvas.

Os antioxidantes encontrados em Açaí, antocianinas, são excelentes para a saúde do coração. A doença cardíaca está cada vez mais se tornando um problema no mundo e encontrar maneiras naturais de manter seu sistema cardiovascular saudável é uma excelente opção. Além disso, as antocianinas também são boas na prevenção da oxidação do colesterol. Quando circula colesterol, não importa se você tem níveis altos ou baixos, fica oxidado, fica com as paredes das artérias causando o estreitamento. Esta acumulação de placa eventualmente leva a pressão arterial elevada, o que é, naturalmente, perigoso.

A fibra encontrada na pele e polpa de Açaí pode ajudar a digestão. A fibra pode ajudar a prevenir ou aliviar a constipação e pode ajudar a suportar um sistema cardiovascular saudável.
Açaí é naturalmente alto em ácidos graxos essenciais com um perfil de ácido gordo semelhante ao azeite. A ligação entre ácidos graxos essenciais e saúde cardíaca e um sistema nervoso saudável está bem documentada.
As bagas de Açaí contêm aminoácidos que ajudam a promover o desempenho muscular, a produção de energia, a resistência e a força.
As bagas de açaí contêm tanto vitamina C como mirtilos e também são fontes de vitaminas A, B1, B2, B3 e E. Também é fonte de cálcio, magnésio, zinco e cobre.
Com um perfil nutricional tão incrível, não é difícil entender por que as bagas de Açaí podem ser benéficas para sua saúde e podem ajudar a abrandar o processo de envelhecimento.

O hype sobre Acai

Não há dúvida sobre os benefícios para a saúde das bagas de Açaí. Infelizmente, quando um produto se torna muito popular, infelizmente isso pode levar a informações e reclamações enganosas.

Em primeiro lugar, o maior setor a que Acai foi alvo é a perda de peso. Existem inúmeros sites que afirmam que tomar Acai Berry em uma forma líquida ou cápsula ajudará a perder libras. Estima-se que um grande número da população adulta em qualquer momento está pensando em perder peso. É uma surpresa que Acai tenha sido alvo desse público?

A verdade é que o Açaí contribui para a saúde geral do corpo, e não deve ser invocado apenas para perda de peso. Um estilo de vida saudável, incluindo uma variedade de vegetais, proteínas de qualidade e frutas, juntamente com alguma forma de

Leia Mais

Tudo sobre as bagas de Açaí

Benefícios de saúde e beleza de Açaí

Você  provavelmente, você sabe que as bagas são boas para você. Bagas, como mirtilos e framboesas, fornecem ao corpo uma quantidade de nutrientes úteis – muitos dos quais são difíceis de encontrar em outros alimentos. No entanto, um tipo de baga que muitas vezes foi negligenciado até recentemente é o Açaí.
Benefícios de saúde e beleza de Açaí

A Açaí começou a chamar atenção alguns anos atrás, quando Oprah falou sobre a pequena baga sendo número um na lista dos 10 Superfoods do Dr. Perricone. No entanto, muitas pessoas ainda não estão conscientes de seus maravilhosos benefícios de saúde e beleza.

A Açaí é uma baga que é cultivada principalmente na floresta brasileira e é aproximadamente o tamanho de uma uva. De cor roxa escura, a semente solitária dentro da baga compõe mais de 75% da fruta. As bagas de Açaí são usadas em tudo, desde sorvete até barras de granola para bebidas energéticas.

acaibh
Águas e antioxidantes de Açaí
Enquanto o açaí tem muitos elementos nutricionais impressionantes, a quantidade de antioxidantes dentro da baga é mais notável. Embora os mirtilos sejam conhecidos por serem extremamente elevados em antioxidantes, as bagas de açaí realmente têm o dobro da quantidade de antioxidantes.

Os antioxidantes são importantes na sua dieta diária porque eles fazem um excelente trabalho de proteção ativada do seu corpo. À medida que envelhecemos, nossos corpos sofrem danos oxidativos que podem levar a condições como doenças cardíacas, diabetes e até câncer. A maneira mais eficaz de combater o dano oxidativo é consumir muitos antioxidantes em sua dieta.

Benefícios de saúde e beleza de Açaí
Benefícios adicionais para a saúde do Açaí
Embora a quantidade de antioxidantes nas bagas de Açaí seja importante, estas bagas têm muito mais a oferecer. As bagas de Açaí também são uma ótima fonte de fibra. Se você precisa adicionar fibra à sua dieta, comer bagas de Açaí é uma maneira segura e natural de fazê-lo.

Os ácidos gordurosos também são prevalentes nas bagas de açaí, que foram associadas à redução do colesterol. Aqueles que consumiram bagas de açaí relataram inúmeros outros resultados positivos, como níveis de energia aumentados, fortalecimento do sistema imunológico e maior clareza mental.

Benefícios de beleza da açaí
Devido ao acai que é rico em antioxidantes, essas bagas naturalmente ajudam a retardar o processo de envelhecimento. Se você comer bagas acai, você pode notar que sua pele começa a sentir e parecer mais firme. Isto é devido tanto aos antioxidantes quanto a outros nutrientes que ajudam a circulação.

A perda de peso também foi associada com bagas de Açaí. As bagas, em geral, são uma comida muito saudável. As bagas de Açaí não são diferentes.

Onde encontrar produtos de Açaí
A maneira mais fácil de colher as recompensas da açaí é beber suco de Açaí. Você pode pedir suco de açaí fora da internet ou encontrar as bagas ou suco na sua loja local de alimentos saudáveis. Açaí em pó também é muito popular. Se você quer uma opção sem aborrecimentos, considere tomar pílulas de Açaí.

Não importa qual forma você decida consumir a baga do Açaí, é uma opção de alimentos saudáveis que você deve considerar adicionar à sua dieta regular.

Leia Mais

13 coisas que gostaria de saber antes de fazer um cirurgião plástica

A mania da cirurgia estética ainda está crescendo

Muitas pessoas se perguntam: qual é a diferença entre uma abdominoplastia e lipoaspiração? Uma abdominoplastia irá remover o excesso de gordura e pele e restaurar os músculos separados. A lipoaspiração também remove o excesso de gordura, mas enfoca o emagrecimento e a afinação do corpo. Portanto, se você deseja um corpo elegante e contornado, a lipoaspiração é uma opção fantástica para você.

O candidato ideal para lipoaspiração seria alguém que procurava ter um abdômen mais apertado e mais plano que realmente precisa apenas ajustar alguns contornos. No entanto, é importante notar que a lipoaspiração não é um substituto para um estilo de vida saudável. Deve ser secundário a dieta e exercício ao trabalhar para alcançar o físico que você deseja. Você deve estar em estado físico e mental saudável ao obter lipoaspiração, pois o quer minimizar o risco inerente a qualquer cirurgia. Finalmente, as mulheres devem terminar de ter filhos. Se alguma coisa se aplica a você, a lipoaspiração é uma ótima opção para você alcançar o corpo que você sempre quis.  de deixar seus objetivos claros. Um bom entendimento entre paciente e cirurgião é fundamental para o sucesso cirúrgico e para a satisfação do paciente. assegurará que seus objetivos sejam ouvidos e entendidos.

O procedimento
O procedimento de lipoaspiração é bastante direto. O tempo necessário para a lipoaspiração varia de acordo com a quantidade de gordura planejada para a remoção e da qual e quantas áreas. Você será sedado sob anestesia geral pelo tempo do procedimento  irá então injetar a área com uma solução tumescente. Ele então inserirá um pequeno tubo de sucção ligado a um gerador de ultra-som através de uma pequena incisão debaixo da sua pele. As ondas de ultra-som afrouxam e lubrificam a gordura debaixo da sua pele e, uma vez que isso combina com o líquido injetado, cria uma emulsão irá então remover a solução do seu corpo com pressão de vácuo. Isto é para lipo auxiliar de ultra-som (como vaser). Depois de permitir o tempo adequado para medicação entorpecente e os outros medicamentos para entrarem em vigor, a remoção de gordura começará. As áreas de remoção de gordura, bem como o volume de gordura removido, geralmente é determinado antes da cirurgia por você  será “ajustado” durante a cirurgia. As incisões muito pequenas serão então fechadas. Após o procedimento, um vestuário de compressão pós-operatório será freqüentemente usado com ou sem curativos de espuma.
cirugiaplasticabh
Recuperação pós-procedimento
A recuperação varia de paciente para paciente. Você pode optar por sair após a cirurgia ou ficar durante a noite. A maioria das pessoas se sente bem depois de cerca de uma semana, e suas contusões também desaparecerão por esse tempo. Você deve esperar continuar a usar roupas de compressão durante várias semanas após a cirurgia para ajudar a obter resultados ótimos. Certifique-se de não fazer mais atividade do que recomendou. É vital que você siga as instruções que oferece para atingir sua forma ajustada. Além disso, observe que as mudanças continuarão por várias semanas até meses após a cirurgia irá ajudá-lo em cada etapa da sua jornada.

está empenhado em ajudá-lo a alcançar o corpo que você deseja e a lipoaspiração pode ser a resposta que você estava procurando. Não espere o corpo que quiser mais. Se você está procurando uma forma mais suave e contornada, entre em contato.

Leia Mais

SOBRE CIRURGIA COSMETICA

Qual a diferença entre cirurgia plástica e estética?

A cirurgia plástica é uma disciplina única da medicina voltada para melhorar a aparência através de técnicas cirúrgicas e médicas. A cirurgia plástica pode ser realizada em todas as áreas da cabeça, pescoço e corpo. Como as áreas tratadas funcionam corretamente, mas não possuem apelo estético, a cirurgia estética é eletiva.
A cirurgia plástica é definida como uma especialidade cirúrgica dedicada à reconstrução de defeitos faciais e corporais devido a distúrbios de nascimento, trauma, queimaduras e doenças. A cirurgia plástica destina-se a corrigir áreas disfuncionais do corpo e é de natureza reconstrutiva.
Por que a cirurgia plástica comumente é equiparada à cirurgia plástica se forem duas especialidades separadas?

 

coisa mais importante a lembrar é que os termos “cirurgia plástica” e “cirurgia plástica” não são intercambiáveis. A confusão sobre os termos levou a equívocos públicos sobre as duas especialidades. A cirurgia estética é a “cirurgia de aparência”. É eletivo e se concentra na estética da beleza.
Como a educação difere entre um cirurgião plástico e um cirurgião estético?

Porque os procedimentos e os resultados de cada um são bastante diferentes, o treinamento de cirurgiões plásticos e cirurgiões plásticos também é muito diferente.

Como não há programas de residência especificamente focados na cirurgia estética, os médicos que seguem a cirurgia plástica têm antecedentes que incluem escola médica, um programa de residência e / ou companheirismo, de preferência em uma especialidade cirúrgica, geralmente seguido pela obtenção da certificação da placa naquela especialidade e pós- treinamento de residência especificamente em cirurgia estética. Isso pode ser feito através de um programa de bolsas de cirurgia plástica, bem como através de , seminários e palestras. Os médicos com experiência significativa em cirurgia estética são certificados pela , que estabeleceu um conjunto rigoroso de critérios para garantir experiência e proficiência especificamente na cirurgia plástica.
Os cirurgiões plásticos seguem um caminho semelhante a muitos cirurgiões cosméticos. No entanto, depois de terminar a faculdade de medicina, eles concluem uma residência e / ou companheirismo em cirurgia plástica e podem ser certificados pela Neste ponto, um cirurgião plástico treinamento adicional em cirurgia estética é opcional. Se eles escolherem, eles podem tomar medidas para ganhar experiência em cirurgia plástica através de um programa de treinamento de bolsas, oficinas, seminários e palestras, e depois se certificar  de ter completado os requisitos necessários.O GUIA DA MAMOPLASTIA (1)
A certificação da placa é extremamente importante na determinação das qualificações de um cirurgião. Cada uma das placas certificadoras acima mencionadas tem requisitos muito diferentes e mede a educação e a experiência de um médico em diferentes campos. É importante que o público e os profissionais de saúde entendam essas diferenças para que os pacientes possam tomar decisões informadas ao escolher um cirurgião para um procedimento específico, seja cirurgião cosmético ou plástico. A educação e a segurança dos pacientes são o cerne da missão da Academia Americana de Cirurgia Plástica para promover a especialidade da cirurgia estética e cuidados com o paciente de qualidade.

 

certificação da placa é um dos muitos critérios para determinar as qualificações de um cirurgião. É importante perguntar ao seu médico sobre suas credenciais e estudá-las com cuidado. Cada placa de certificação tem requisitos diferentes e mede a educação e a experiência de um médico em diferentes campos. Verifique a certificação do seu médico e a afiliação (s) da sociedade profissional e ligue para o conselho ou a sociedade para descobrir quais são os requisitos para a adesão.
de Cirurgia Plástica são ou têm  Cirurgia plástica. Isso fornece alguma garantia de treinamento formal nos fundamentos da cirurgia estética. Todas essas placas especializadas exigem pelo menos quatro anos de treinamento em residências em procedimentos cirúrgicos plásticos e e fornecem uma base sólida para as habilidades do médico.
Muitos desses médicos pelo conselho passarão a preencher os requisitos para serem submetidos ao rigoroso teste e critérios para garantir a experiência e Proficiência especificamente na cirurgia estética.

 

Leia Mais