5 Receitas de Cupcake Diet

Cupcake dietCheios de confeitos coloridos, granulados, coberturas e recheios diversos, os cupcakes são minibombas calóricas e de açúcar. Um doce que se popularizou imensamente nos últimos anos, o cupcake é fácil de ser feito e é uma ótima opção para a criançada (e para os adultos também) em aniversários e festinhas. Mas, como sabemos dos malefícios …

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Vista-se relança lista nutricionistas de todo o Brasil que declaram atender bem vegetarianos

Há alguns anos, o portal Vista-se mantém uma página muito utilizada por seus leitores chamada “Nutrição”. Nela, listamos todos os profissionais que entram em contato conosco e que dizem ter conhecimentos em alimentação vegetariana. Em outras palavras, todos os profissionais que estão na lista sabem que não é preciso indicar nenhum produto de origem animal […]

O post Vista-se relança lista nutricionistas de todo o Brasil que declaram atender bem vegetarianos é original do site: Vista-se.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Netflix recebe chuvarada de críticas por produzir série documental que enaltece peões de rodeio

Aproveitando a repercussão da Festa do Peão de Barretos, que acontece entre os dias 18 e 28 de agosto, a Netflix lançou mundialmente uma série chamada Fearless (Sem Medo) – 8 Segundos Para a Glória. A série é original da Netflix, ou seja, a plataforma investiu dinheiro e produziu por conta própria o conteúdo. São […]

O post Netflix recebe chuvarada de críticas por produzir série documental que enaltece peões de rodeio é original do site: Vista-se.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Especialista alerta para risco de zika se espalhar para Estados dos EUA na costa do Golfo

Vírus zika preocupa profissionais de saúde de diversos países
Reuters

Uma das principais autoridades dos Estados Unidos na área da saúde pública alertou neste domingo (21)que o vírus da zika poderia estender seu alcance à costa do Golfo nos EUA, depois que autoridades confirmaram na semana passada a presença do vírus no popular destino turístico de Miami Beach.

A possibilidade de transmissão em estados do Golfo, como Louisiana e Texas vai, provavelmente, alimentar preocupações de que o vírus, apontado como causador de microcefalia em recém-nascidos, poderia se espalhar pelos Estados Unidos, embora autoridades minimizem essa possibilidade.

“Não seria surpreendente se observássemos casos adicionais, talvez, em outros estados da costa do Golfo”, disse Anthony Fauci, diretor da unidade de Alergia e Doenças Infecciosas dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH, na sigla em inglês), em entrevista no domingo de manhã à ABC News.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Usuários de novas drogas relatam confusão mental e alucinação

Usuários não sabem a dimensão dos perigoso das drogas
Divulgação/Denarc

As novas drogas detectadas pela PF têm em comum uma característica: seus usuários não sabem a exata dimensão dos danos que provocam à saúde. O que explica esse fenômeno, além da presença recente delas no País, é a ausência de estudos científicos sobre seus efeitos.

A cozinheira Claudia (nome fictício), de 24 anos, já experimentou de tudo. Começou a provar substâncias diferentes aos 19 e não parou mais. A lista de siglas inclui LSD, DMT, 2c-B 2c-i, NBOMe, etilona. “Já usei um pouco de tudo, menos cocaína, que não acho legal.”

A jovem conta que hoje usa apenas drogas importadas por amigos para evitar o contato com as novas substâncias “alternativas”. Quando experimentou o NBOMe, por exemplo, percebeu que se tratava de uma variação “falsa” do LSD. “Tomei na faculdade, e os efeitos não são nada parecidos com LSD. Causa uma confusão mental, o coração acelera e fica um rastro azul em tudo. Já ouvi até relatos de pessoas que passaram mal.”

Claudia diz que colegas compram a droga pela internet por R$ 3 cada papel e revendem por R$ 30. “Eles compram pelo correio, vem da Europa, por cartas embaladas em sachês de chá. Vem perfeito na caixa e, dentro de cada sachê, estão os papéis. Já vi dentro de CDs e até embalagem de bola.”

Com a etilona, ela diz que teve o mesmo problema. “Hoje em dia estão vendendo no lugar do MDMA. Mas os efeitos são muito diferentes. A etilona faz você ficar lá boiando, sem entender nada.” O uso contínuo do MDMA, segundo especialistas, pode provocar delírios e crises de pânico.

Consumo de drogas mata 200 mil pessoas por ano, diz ONU

Hoje, depois de ter deixado a faculdade, Claudia diz que consome LSD e ecstasy. Médicos alertam que, embora não cause dependência química, há risco de o LSD provocar quadros de pânico, ansiedade e delírios no usuário.

Doce

O estudante de psicologia Tiago (nome fictício), de 23 anos, conta que já foi usuário de NBOMe e outras substâncias. “Costuma ser vendido com o nome de ‘doce’, LSD. Sempre comprei de amigo, amigo de amigo ou traficante.”

Sua primeira experiência foi com maconha. Depois veio a curiosidade por outras substâncias. “Álcool, cigarro, cocaína, ecstasy. Mas fica difícil dizer quimicamente o que era, só sei que todas as ‘balas’ que usei têm um efeito semelhante, que é diferente do ‘doce’ (LSD).” Ele admite não saber exatamente se as substâncias que usou eram, de fato, o anunciado pelos traficantes. “Fomos todos na onda para experimentar.”

Entre os efeitos do NBOMe, Tiago destacou a “intensidade” dos sentimentos. Ele experimentou a droga pela primeira vez em um churrasco, com amigos. “Senti euforia e agitação muscular. Muito medo, pânico, alucinação, sempre alucinação.” A dosagem era sempre baixa. “São cartelas de 25 quadradinhos, de 1 cm por 1 cm. Quanto mais se compra, mais abaixa o preço. O preço varia de R$ 15 a R$ 40”, diz.

O jovem afirma que há pelo menos um ano e meio não faz uso de drogas. “Encontrei realidade nessas experiências e o autoconhecimento me bastou. E daí em diante nem há mais prazer em usá-las”, afirma o estudante.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Busca de home care faz crescer ações contra planos

Apesar de o serviço não ser de cobertura obrigatória, deve ser oferecido conforme a legislação dos planos de saúde
Thinkstock

Embora não esteja listado no rol de cobertura obrigatória dos planos de saúde, o serviço de home care tem sido cada vez mais alvo de demandas na Justiça e de reclamações na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Levantamento feito pelo escritório Vilhena Silva Advogados no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) mostra que o número de ações movidas por clientes de convênios médicos em busca de assistência médica domiciliar e julgadas em segunda instância passou de 804 no primeiro semestre de 2015 para 929 no mesmo período deste ano. Na ANS, as queixas sobre o assunto saltaram de 523 em 2014 para 623 no ano seguinte.

Segundo a advogada Renata Vilhena, sócia do escritório e especialista em direito à saúde, a demanda pelo serviço tem aumentado por causa do envelhecimento da população e do maior conhecimento dos beneficiários sobre esse tipo de assistência. “A maioria dos pacientes que precisam desse serviço é de idosos que necessitam de atendimento especializado como o ofertado em um hospital. Muitos planos continuam negando a assistência por não haver obrigação contratual, mas a Justiça tem entendido que, com justificativa médica, ele tem de ser fornecido”, diz.

Segundo o levantamento do escritório, 90% das demandas judiciais por esse tipo de assistência tiveram decisões favoráveis ao paciente.

A executiva Marizete Pereira, de 68 anos, decidiu entrar na Justiça após ter de pagar por dois anos o serviço de home care para a mãe, a aposentada Wilma Basile Pereira, de 85 anos. Com mal de Parkinson há 20 anos, a idosa precisa do auxílio de equipamentos como respirador e sugador, além da assistência de enfermeiros, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. “Pagamos mensalidade de R$ 8 mil e, mesmo assim, negaram o serviço. Comecei a ver que eu não teria mais como pagar e entrei com o processo”, conta ela, que teve decisão favorável.

Nos dois anos em que teve de arcar com o serviço de home care, Marizete gastava cerca de R$ 20 mil por mês.

Pedidos indevidos

Entidades que representam as operadoras de planos de saúde afirmam que o serviço de home care pode ser fornecido, quando necessário, se previsto em contrato, mas afirmam que a maioria das ações judiciais refere-se a casos indevidos, quando não há necessidade de home care. “Posso dizer que o que cerca de 70% das ações querem, na verdade, é um cuidador. Famílias abandonam seus idosos e querem jogar essa responsabilidade para o plano de saúde”, afirma Pedro Ramos, diretor da Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde).

“O aumento das demandas por esse tipo de serviço, em diversos casos, reflete um problema social em que o plano de saúde passa a ser utilizado por muitas famílias como um serviço de cuidador, sem uma indicação clínica muito bem orientada. Isto acarreta acréscimos de custos imponderáveis ao sistema”, afirmou a FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar), em nota.

A ANS afirmou que, apesar de o serviço não ser de cobertura obrigatória, deve ser oferecido conforme a legislação dos planos de saúde, nos casos em que corresponder a uma alternativa à internação hospitalar.

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Musculação Queima Gordura?

Musculação queima gorduraSerá que a musculação queima gordura ou só serve para ganhar músculos mesmo? Quando pensamos em um treino de musculação, é normal que venha a nossa mente a questão da construção muscular. E não é incomum que algumas pessoas ainda tenham e errônea ideia de que quem pratica esse tipo de exercício, invariavelmente acaba ficando …

Powered by WPeMatico

Leia Mais

Presidente da SUIPA, uma das mais importantes ONGs de proteção animal, falece aos 63 anos

Isabel Cristina Nascimento, que há 27 anos estava à frente da ONG SUIPA, do Rio de Janeiro, foi encontrada por uma funcionária da instituição em sua casa já sem vida na manhã desse sábado (6). Isabel tinha 63 anos e faleceu dormindo. A SUIPA (Sociedade União Internacional Protetora dos Animais) foi fundada em 1943 e é […]

O post Presidente da SUIPA, uma das mais importantes ONGs de proteção animal, falece aos 63 anos é original do site: Vista-se.

Powered by WPeMatico

Leia Mais